Como lidar com o comportamento passivo-agressivo em seu relacionamento

0
63
homem agressivo

Seja um elogio indireto ou um revirar de olhos sutil, aprenda como identificar a agressão passiva e o que fazer a respeito.

Você valoriza a transparência e a comunicação aberta e honesta. Então, ferve seu sangue quando alguém parece zangado, mas não admite isso diretamente. Talvez eles lhe dêem o tratamento do silêncio, mas depois digam que estão apenas cansados. Ou, eles dizem algo bom com falta de calor. Não parece autêntico, mas eles ficam na defensiva quando você questiona sua sinceridade. Às vezes, uma pessoa usa o humor para expressar hostilidade e depois acusa você de ser “sensível demais”. Todos esses são exemplos de comportamento passivo-agressivo.

É claro que ninguém gosta quando alguém está com raiva deles, mas sabemos pela pesquisa do Dr. John Gottman que as pessoas têm valores diferentes sobre como preferem lidar com emoções intensas. Algumas pessoas gostam de conversar e validar os sentimentos umas das outras. Outros preferem deixar as coisas de lado para evitar mágoas e longas discussões. Ele nomeou esses estilos de conflito “Evitando” e “Validando”. Ambos são formas funcionais de lidar com as diferenças e podem levar à felicidade no relacionamento de longo prazo. Ambos os estilos têm riscos e benefícios. O principal risco do estilo de evitar conflitos é que, se você não for cuidadoso, evitar conflitos pode se transformar em agressão passiva.

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE EVITAR CONFLITOS E AGRESSÃO PASSIVA EM RELACIONAMENTOS ROMÂNTICOS?

Os casais que evitam conflitos preferem reprimir emoções fortes e deixar o maior número possível de problemas passar. A vantagem desse estilo é que esses casais economizam tempo ao não se prenderem a detalhes irrelevantes de desentendimentos. No entanto, para que esse estilo tenha sucesso a longo prazo, os casais precisam encontrar uma maneira de resolver seus principais problemas. Mesmo que pareçam pequenos e insignificantes, alguns problemas não podem ser ignorados. Eles simplesmente não desaparecem com o passar do tempo. Quanto mais alguém tenta fingir que está tudo bem, mais intensa a raiva se torna. Em última análise, ele se transforma em hostilidade. O que começou como uma pessoa bem-intencionada tentando evitar ferir os sentimentos de seu parceiro se transforma em agressão. Seu parceiro pode se sentir manipulado porque vê a tênue tentativa de fingir que a raiva não existe. Se passar bastante tempo,

O QUE FAZER SE O SEU PARCEIRO ESTÁ SE TORNANDO PASSIVO-AGRESSIVO

Existem alguns sinais de alerta de agressão passiva?

  • Você sabe que algo está errado, mas pode ser difícil colocar o dedo sobre isso.
  • Você está confiante de que seu parceiro está bravo com você, mesmo que eles afirmem que não estão.
  • Dizem que estão brincando, mas a piada não é engraçada.
  • Você começa a se perguntar se eles estão falando de você pelas costas.
  • Seus sorrisos ou palavras gentis parecem falsos e insinceros.

Você pode ignorar seu instinto e dizer a si mesmo que está apenas em sua própria cabeça. Se esse sentimento não desaparecer, é melhor abordá-lo diretamente para que não piore.

Aqui estão os passos a seguir:

  • Escolha um horário e local para conversar com seu parceiro. Certifique-se de estar calmo, relaxado e livre de outras obrigações ou distrações.
  • Use o Gentle Startup do Dr. Gottman para levantar suas preocupações de forma ponderada e respeitosa, preenchendo os espaços em branco. Eu me sinto _____ _ sobre ______ e preciso de _____ . Lembre-se, a conversa é sobre comportamento passivo-agressivo, não sobre o tema da raiva. Por exemplo, você pode dizer: “Sinto-me confuso e frustrado com as piadas que você tem feito sobre minha comida. Eu sei que é difícil, mas preciso que você me diga diretamente quando estiver com raiva de mim. Então, podemos conversar sobre isso e eu posso entender o que você está sentindo.”
  • Ouça atentamente a resposta e continue falando em primeira pessoa (por exemplo, usando declarações “eu”) se seu parceiro ficar na defensiva . Se eles disserem que estavam apenas brincando, não os acuse de mentir. Em vez disso, explique que as piadas não são engraçadas para você e são dolorosas.

A agressão passiva é um comportamento difícil de lidar porque pode parecer inocente por fora, mas magoar profundamente por dentro. Se você e seu parceiro vivenciam isso em seu relacionamento, você se beneficiará trabalhando nisso como um problema próprio, em vez de se concentrar apenas no tópico do conflito.

Fonte: https://www.gottman.com/blog/how-to-deal-with-passive-aggressive-behavior-in-your-relationship/

Deixe uma resposta